fbpx

A edição desta coluna foi fechada às 19hs da quarta-feira.

Depois de uma primeira semana da temporada um pouco atípica, a normalidade foi restaurada na classificação da AL Central, e não demorou muito. Tirando o inesperado bom começo de temporada dos Tigers, já começamos a ver uma separação dos dois times que provavelmente brigarão pela divisão.  

Depois de uma primeira semana difícil, os Indians foram perfeitos desde quarta passada, vencendo os próximos 5 jogos que disputaram até pederem para os Tigers hoje, e com isso, a liderança. Neste começo de noite de MLB, a briga pelo topo da AL Central está feroz: Detroit, Minnesota e Cleveland estão separados por 0,5 jogos de vantagem, respectivamente – caso os Twins ganhem seu confronto contra os Mets hoje à noite, voltarão à liderança da divisão.

Detroit Tigers (8-4)

Se o bom rendimento de Twins e Indians era esperado, o Detroit Tigers é a grande surpresa da divisão até aqui. Depois de fechar a primeira semana 4-3, os Tigers enfrentam os primeiros rivais de divisão essa semana ao receber Royals e Indians. Mesmo com a derrota no jogo de ontem contra Cleveland, os Tigers estão liderando a divisão.

Depois de vencer a série contra os Yankess em Nova Iorque, Detroit voltou para casa para varrer os Royals em três jogos: foi a primeira varrida de série do time no ano. Como vem sendo a tônica no até agora, os Tigers venceram com bom pitching e rebatidas oportunas. No montinho, Turnbull teve boa performance na quinta e cedeu apenas 3 corridas em 6 entradas, em um jogo muito parelho. No domingo, foi a vez de Tyson Ross mostrar as cartas e ele cedeu apenas 1 corrida e 5 rebatidas em 7 entradas no jogo que terminaria 3-1 pros Tigers.

No bastão, o grande momento do fim de semana foi, sem dúvida, o grand slam de Christin Stewart no sábado. Os Tigers perdiam por 4-2 entrando na 7ª, quando Nichollas Castellanos impulsionou uma corrida e Stewart virou o jogo com 4 RBI em uma rebatida: 7-4. Stewart ainda teve mais 3 RBI durante a semana e vem tendo um belo começo de temporada.

O jogo de ontem abriu uma série chave contra os Indians, em que os Tigers tentam mais uma vez impressionar nesse começo de temporada. O primeiro jogo acabou sendo dominado por Corey Kluber e o time de Cleveland, mas os Tigers empataram a série hoje. Resta saber quem leva o confronto!

Resultados: KC 4×5 DET, KC 4×7 DET, KC 1×3 DET, CLE 8×2 DET, CLE 1×4 DET

Próximos jogos: CLE @ DET, DET @ MIN, DET @ MIN, DET @ MIN, PIT @ DET

O grand slam de Stewart foi o ponto alto da boa semana dos Tigers. Foto: Carlos Osorio/AP

Minnesota Twins (6-3)

OS Twins tiveram uma semana com uma tabela bem complicada. Primeiro, abriram a semana contra um dos times mais quentes do baseball neste começo de 2019, os Phillies em Philadelphia. Depois, viajaram pra Nova Iorque para enfrentar o também forte time dos Mets. De 4 jogos, os Twins levaram 2, o que não é, de forma alguma, um mal resultado, mas custou a liderança da divisão.

Em termos de produtividade, a semana dos Twins foi o oposto da semana dos Indians. Enquanto o time de Cleveland tenta vencer com seus arremessadores, em Minnesota o foco é no ataque. Os Twins têm um dos melhores ataques da liga até agora, o que culminou com uma goleada de corridas no jogo de ontem, quando venceram os Mets por 14-8. Só nesse jogo foram 6 HRs, somando 12 desde quarta passada. Destaque para Max Kepler, que teve 3 HRs e 5 RBI na semana.

No montinho, os arremessadores dos Twins tiveram trabalho contra dois dos melhores lineups da liga. No primeiro jogo da série contra os Phillies, Jake Odorizzi não durou nem uma entrada inteira, saindo depois de 0.2 IP, com 4 corridas cedidas. Os Twins ainda cederiam mais 6 corridas no jogo, perdendo por 10-4. No jogo de ontem contra os Mets, os Twins cederam 8 corridas, sendo 4 delas pelo closer Chase De Jong. Apesar disso, tanto Berríos como Piñeda tiveram boas participações na semana. Berríos lançou 6 entradas e cedeu duas corridas, mas ficou com a derrota no domingo, enquanto Piñeda lançou 5 entradas, cedendo duas corridas e ficando com a vitória no sábado.

Resultados: MIN 4×10 PHI, MIN 6×2 PHI, MIN 1×2 PHI, MIN 14×8 NYM

Próximos jogos: MIN @ NYM, DET @ MIN, DET @ MIN, DET @ MIN, TOR @ MIN, TOR @ MIN

Max Kepler teve grande atuação na última semana pelos Twins. Foto: Getty Images

Cleveland Indians (7-4)

Se a primeira semana dos Indians deixou uma certa insegurança, a segunda deixa otimismo. Como dito na introdução, os Indians venceram 5 jogos em sequência, varrendo os Blue Jays em 4 partida e ganhando o jogo de abertura da série contra Detroit. A vingança dos Tigers veio hoje: em jogo disputado, Detroit empatou a série.

O ataque ainda deixa preocupações. Mesmo com as 5 vitórias, o time de Cleveland só anotou mais de 4 corridas em dois jogos na semana. No ano, em apenas 3 dos 11 jogos até aqui. Coincidentemente, em todos os jogos em que o ataque passou de 4 corridas, os Indians venceram. A boa notícia veio do jogo de anteontem, quando o ataque produziu 4 HRs, a mesma marca que tinha conseguido nos primeiros 9 jogos da temporada.

Mas se o ataque não vai bem, os arremessadores vão muito bem, obrigado! Na última semana, os Indians só cederam mais de 2 corridas no jogo de hoje. Destaque para a atuação de Mike Clevinger, que lançou 5 entradas sem ceder corridas. Trevor Bauer foi tirado do primeiro jogo da semana depois de lançar 7 entradas de no-hitter, mas permitiu 4 corridas hoje. Na temporada, por sinal, Bauer cedeu 5 corridas em 19 entradas lançadas em 3 jogos, o que continua sendo uma marca muito boa, enquanto Clevinger ainda não cedeu nenhuma corrida em 12 entradas e 2 jogos.

Resultados: TOR 1×4 CLE, TOR 2×3 CLE, TOR 2×7 CLE, TOR 1×3 CLE, CLE 8×2 DET, CLE 1×4 DET

Próximos jogos: CLE @ DET, CLE @ KC, CLE @ KC, CLE @ KC, CLE @ SEA, CLE @ SEA

Mike Clevinger teve atuação impecável no montinho nesta semana. Foto:
Joshua Gunter/cleveland.com

Chicago White Sox (3-7)

Depois de jogar os primeiros 5 jogos do ano fora de casa, o White Sox finalmente fez seu primeiros jogo em casa nesta semana. Apesar de o primeiro jogo ter sido uma emocionante vitória, o resto não foi muito bom: foram 4 derrotas seguidas, duas para os Mariners e duas para os Rays.

Vamos começar pela parte boa, a vitória no home opener. Depois de um começo de jogo ruim no montinho de Reynaldo Lopez, o que foi uma constante nessa semana, os Sox foram buscar o resultado para vencer por 10-8. Num jogo lá e cá, os Sox abriram 6-1 na segunda entrada, mas viram os Mariners virarem para 8-6 depois da sexta entrada. Na parte baixa da sétima, então, depois de um RBI em hit-by-pitch, Yoan Moncada impulsionou duas corridas e virou para os Sox. Tim Anderson ainda anotaria mais uma corrida em um HR na oitava. Moncada, por sinal, vem tendo um ótimo começo de temporada. São 3 HRs e 13 RBIs para o ex-prospect #1 da MLB, sendo 7 RBI na última semana.

O grande problema do White Sox vem sendo o pitching. Nessa semana, tirando o jogo de segunda, quando os Sox perderam por 5-1, o time de Chicago cedeu pelo menos 8 corridas em todos as outras partidas: foram 8, 9, 12, 5 e 10 corridas cedidas, respectivamente, nos 5 jogos dessa semana. Fica difícil de vencer jogos assim. Nenhum dos arremessadores titulares durou mais do que 4 entradas na semana, botando muita pressão no bullpen, que apesar de tudo, parecer ter qualidade.

Resultados: SEA 8×10 CWS, SEA 9×2 CWS, SEA 12×5 CWS, TB 5×1 CWS, TB 10×5 CWS

Próximos jogos: TB @ CWS, CWS @ NYY, CWS @ NYY, CWS @ NYY, KC @ CWS, KC @ CWS

Yoan Moncada teve grande semana no bastão para o White Sox. Foto: Nam Y. Huh/AP

Kansas City Royals (2-8)

Na semana passada nos falávamos como os Royals foram o time mais interessante de se acompanhar na primeira semana, mas a segunda semana foi mais complicada pro time de Kansas City. O time perdeu todos os 5 jogos que fez desde quarta passada – na verdade, o time não ganha não ganha um jogo desde sábado retrasado, ainda em março. São 8 derrotas consecutivas depois de o time vencer os dois primeiros jogos.

É difícil encontrar apenas um culpado para uma série de 8 derrotas consecutivas, mas talvez uma das grandes causas seja a dificuldade do bullpen em evitar corridas. É bem possível que os Royals ainda tivessem perdido quase todos os 8 jogos mesmo com uma boa performance do bullpen, mas é bastante provável que estivessem em melhores condições para conseguir vencer. Nos 5 jogos dessa semana, o bullpen cedeu 15 corridas, uma média de três por jogo, com direito até a uma blown save de Wily Peralta no jogo de sábado.

Apesar da série de derrotas, Whit Merrifield está à beira de bater um recorde da franquia. No jogo de ontem, Merrifield, que vem sendo um dos jogadores mais regulares do time desde a temporada passada, conseguiu uma tripla na primeira entrada. Com isso, Merrifield chegou a impressionantes 30 jogos seguidos com um rebatida válida, contando desde o ano passado. Com isso, igualou o recorde do hall-of-famer George Brett. Se Merrifield conseguir uma rebatida no jogo de hoje, escreverá seu nome no livro de recorde dos Royals com 31 jogos seguidos!

Resultados: KC 4×5 DET, KC 4×7 DET, KC 1×3 DET, SEA 13×5 KC, SEA 6×3 KC

Próximos jogos: SEA @ KC, SEA @ KC, CLE @ KC, CLE @ KC, CLE @ KC, KC @ CWS, KC @ CWS

Whit Merrifield igualou o recorde da franquia com rebatidas em 30 jogos seguidos ontem e pode quebrá-lo no jogo de hoje. Foto: Jamie Squire/Getty Images)

Próxima semana

A próxima semana deve continuar a boa briga pela liderança da divisão, com tanto Indians quanto Twins tendo uma tabela que, no papel, parece tranquila. Depois de 5 vitórias consecutivas, os Indians têm tudo para aumentar a streak ao enfrentarem Tigers e Royals. Depois disso, vem uma série complicada contra os Mariners em Seattle. Já os Twins, depois de fecharem a série contra os Mets, voltam para casa para receber Tigers e Blue Jays.

Os Tigers, por sua vez, vão tentar continuar seu bom começo de temporada. Com séries contra os Indians e Twins, os Tigres têm a chance de manter a liderança da divisão caso consigam bons resultados.

Na parte de baixo da tabela, o White Sox tem um confronto complicado contra os Yankees em NY, enquanto os Royals recebem Indians e Mariners antes de enfrentarem o próprio White Sox. Vejamos o que acontece nos próximos dias!

#MLBdaMassa #RallyTogether #AlwaysRoyal #MotorOn #MNTwins #WhiteSox

Colunas anteriores

AL CENTRAL: TWINS LARGAM NA FRENTE

PRÉVIA DA AL CENTRAL: INDIANS LEVAM O TETRA?

Tags
Mostre mais

Fernando Borges

Original do Rio de Janeiro, morando em Chicago. Fanatico pelos esportes americanos. Trazendo semanalmente todas as noticias da AL Central da MLB.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close