fbpx
Sem classificação

MAS O QUE FOI ISSO, SEATTLE?

(Trechos retirados do site 12th Man Brasil, confira lá a matéria completa)

Salve 12s, como vocês estão? Espero que sim. Infelizmente, nosso Seahawks deu um grande vacilo no último domingo (16), perdendo para o rival San Francisco 49ers em um jogo que não deveria. Vindo de 4 vitórias seguidas, bastava mais uma vitória para garantir antecipadamente a vaga para os playoffs. Contudo, parece que o time entrou em campo com o salto alto, e voltou a apresentar um futebol abaixo das expectativas, bem parecido com o do início da temporada. A derrota para os 49ers pesou mais do que uma quase classificação, mas o fim de um tabu de quase 5 anos sem derrota para o rival californiano.

Tyler Lockett com a recepção tentando avançar mais jardas (Foto: Q13FOX)

Após a brilhante vitória contra os Vikings na semana 14, tudo indicava que a classificação viria de forma antecipada na partida da California. Contudo, futebol americano ninguém vence partida por antecipação, e todo confronto de divisão é perigoso, por mais que o adversário não esteja brigando por mais nada na temporada. San Francisco havia batido o decente Denver Broncos, jogando em Santa Clara, na semana passada. Isso poderia ter servido de alerta antes da partida, fora a semana curta de preparo e muita empolgação com a série de quatro vitórias seguidas, poderia gerar problemas.

E gerou. A defesa não passou perto do domínio apresentado no MNF, o ataque foi previsível e contou com chamadas pouco corajosas (mesma insistência com corridas e poucos passes) e o special teams, para coroar, levou um touchdown em kickoff (com atuação bizonha de Janikowski no tackle) quando tudo parecia se encaminhar de forma mais tranquila. No fim, não foram só um ou dois fatores, uma ou duas jogadas ou jogadores que causaram a derrota, mas sim uma série de decisões infelizes e atuações abaixo do esperado de todos, técnicos e atletas.

A derrota acabou se tornando o pior da temporada até o momento. Se no início da temporada um time ainda inexperiente havia perdido confrontos duros contra Broncos e Bears fora, e posteriormente, já mais encorpado, saiu derrotado nos confrontos contra Los Angeles Rams e Chargers (equipes que já somam dois dígitos de vitória), não é ideal que uma equipe que já está quase garantida nos playoffs interrompa uma série invicta para um rival claramente inferior e que sofreu com desfalques durante o ano.

Secundária de Seattle apresenta falhas graves mais uma vez. Atenção redobrada no próximo draft! (Foto: Nhat V. Meyer/Bay Area News Group)

Quando superior, um time não pode dar brechas para que o adversário explore suas fraquezas e se equipare. Os 49ers conseguiram entender duas coisas que geram grandes problemas para Seattle – 3ªs descidas longas no ataque e play actions bem executados na defesa, e as explorou para vencer a partida.

No estado atual das coisas, fica claro que ao brecar o jogo corrido de Seattle, mesmo com um QB de elite, o plano ofensivo é desmantelado. A única partida onde a equipe produziu bem mesmo sem correr bem foi na vitória contra o Carolina Panthers, onde Wilson teve várias chamadas em profundidade no 4º período para garantir o resultado. Pareceu ter faltado um pouco de coragem para fazer isso no último domingo.

Já na defesa, Seattle sofreu no play action do QB Nick Mullens. O QB dos 49ers foi 10/10 para 162 das suas 275 jardas na partida em chamadas do tipo, com destaque mais uma vez para o WR Dante Pettis, que somou 83 jardas de recepção.

Mas enfim, vida que segue aos Seahawks. Agora se quiser garantir a vaga antecipadamente terá que vencer o Kansas City Chiefs, que está on fire com Patrick Mahomes, nesse Sunday Night Football. Partida que promete fortes emoções ao 12° jogador, e que possamos ter a redenção dessa última derrota dolorosa.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close