fbpx
Indianapolis Colts

NOS PLAYOFFS!

Colts vence Titans e terá pela frente o Houston Texans no Wild Card

Faaaala #ColtsNation

A temporada de 2018/19 do Indianapolis Colts, inicialmente, tinha como propósito ser o princípio de uma reconstrução da equipe, com jovens jogadores, um treinador novo e o retorno de Andrew Luck. De fato, o começo do ano foi meio conturbado, mas à medida que o time foi encaixando, que a linha ofensiva passou a proteger melhor o QB e a defesa começou a jogar em alto nível, as expectativas aumentaram.

Após iniciar a temporada 1-5, Indianapolis venceu nove dos últimos dez jogos e se tornou apenas o terceiro time na história da liga a chegar nos playoffs depois de perder cinco das seis primeiras partidas. A vitória por 33-17 contra o Tennessee Titans no último domingo (30) selou a vaga para a pós temporada e colocou o Colts no caminho do Houston Texans.

Sunday Night Football

Colts x Titans foi, praticamente, um jogo de playoff antecipado, pois o vencedor seguia em frente e o perdedor estaria eliminado. Logo no começo, Andrew Luck deu as cartas e conduziu duas longas campanhas de mais de 90 jardas para TD. Tudo parecia tranquilo, mas na terceira campanha, que também começou no buraco, Luck foi pressionado e lançou um passe displicente que foi interceptado e retornado para TD. O turnover colocou Tennessee no jogo.

Na primeira posse de bola do segundo tempo, Luck conduziu outro bom drive que resultou no seu terceiro passe para TD na partida. Então, o tempo fechou em Nashville e a chuva atrapalhou um pouco os ataques aéreos e, de certa forma, favoreceu o forte jogo terrestre do Titans, que voltou a anotar um TD e encostar no placar. O confronto ficou tenso até a interceptação de Blaine Gabbert, que praticamente selou a vitória de Indianapolis.

Ataque

O ataque de Indianapolis, mais uma vez, foi muito bem contra a excelente defesa do Tennessee Titans. Fora de casa e sem o center Ryan Kelly, o time conseguiu equilibrar jogo terrestre e aéreo e isso ajudou no sucesso da equipe. Luck completou 24 de 35 passes para 285 jardas e 3 TDs, e foi muito bem, apesar da interceptação. Marlon Mack correu para 119 jardas em 25 carregadas, além de anotar 1 TD. Quanto aos recebedores, o destaque e a surpresa do time foi Dontrelle Inman, que liderou o time em jardas (77) e também anotou um TD.

Defesa

A defesa do Colts fez o que tem feito de melhor esta temporada: dificultou o ataque terrestre e roubou a bola do adversário. É bem verdade que Derrick Henry conseguiu correr para 93 jardas, mas também é importante ressaltar que em nenhum jogo da temporada um RB adversário conseguiu correr para mais de 100 jardas.

Deixar Gabbert em situações óbvias de passe fez com que a defesa se aproveitasse da limitação técnica do QB reserva do Titans para interceptá-lo duas vezes, uma com Kenny Moore e outra com o provável calouro defensivo do ano: Darius Leonard. Leonard, inclusive, mesmo perdendo um jogo durante o ano, terminou a temporada regular como o líder da liga em tackles (163), quase 20 a mais que o segundo, Blake Martinez (144).

Próximo jogo

O próximo compromisso do Colts é especial, pois não são todas as franquias que têm o privilégio de jogar em janeiro. Além disso, será a terceira vez no ano que o time enfrenta o Houston Texans. Nas outras duas, uma vitória para cada lado em dois jogos muito disputados.

Para fazer um exercício de previsão do que será esse confronto, que acontecerá no próximo sábado (05/01), é importante destacar o duelo entre TY Hilton e DeAndre Hopkins. O WR do Texans é discutivelmente o melhor em toda a liga, mas o recebedor do Colts teve duas ótimas partidas contra Houston esse ano (13 recepções/314 jardas) e o adversário de divisão parece não conseguir pará-lo. Talvez a solução para as duas defesas não esteja na cobertura desses jogadores, mas na pressão ao QB.

Por um lado, o front 7 de Indianapolis, embora não tenha grandes “sackadores”, pode pressionar Deshaun Watson, tendo em vista que a linha ofensiva do Texans é muito instável e peca na proteção do QB. Já pela perspectiva da defesa de Houston, há um desafio, pois ainda que a equipe conte com grandes nomes como JJ Watt e Jadeveon Clowney, a OL do Colts foi a melhor da liga cedendo sacks durante a temporada regular, com apenas 18.

Para desafogar a pressão sobre os QBs, o que pode ser fundamental é o bom desempenho do jogo terrestre. Eis um desafio para Indianapolis, uma vez que o Texans tem a terceira melhor defesa da NFL contra corridas, mas ao mesmo tempo, dificilmente, o Colts conseguirá voltar a vencer em Houston correndo para apenas 33 jardas com Marlon Mack, como aconteceu na semana 14, pois Luck será muito mais pressionado. Por outro lado, a defesa do Colts foi a oitava melhor da liga parando corridas e vem de bons desempenhos contra grandes RBs, como Saquon Barkley, Ezekiel Elliott e Derrick Henry.

Tendo tudo isso em vista, as chaves para a vitória, provavelmente, estarão nos duelos entre os RBs e entre pass rush e linhas ofensivas, pois caso um dos times encaixe boas corridas, possibilitando que seu QB tenha tranquilidade para encontrar seu melhor WR, a equipe terá grandes chances avançar para a próxima fase. 

Mostre mais

João Junior

Uberlandense (MG), nascido em 1996. Estudante de jornalismo pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Amante de futebol, futebol americano e basquete.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chegar

Close
Close