fbpx

O que não faltou no retorno dessa liga maravilhosa que é a MLB foi bons jogos e muitas surpresas, principalmente na AL West, e o que se esperar do futuro?

Por que não começar pelo time que DEU o título dessa coluna? Sim, ele mesmo, o Seattle Mariners pode ter comovido você e outras 44 pessoas, mas comigo não rolou: eu já esperava esse início ON FIRE do time do norte da Costa Oeste.

Seattle Mariners (7-1)

Começando com o pé direito! Foto: Seattle Mariners/Twitter

Não é ”GOOOL” da Alemanha, mas é como se fosse.

Depois de ter uma série no Japão, onde nos despedimos de Ichiro Suzuki, o time de Seattle saiu na frente de todos já de cara, vencendo os Elefantes de Oakland em 2 jogos.

E assim que a temporada começou para valer, os Mariners mantiveram um espírito insaciável de buscar mais vitórias. Dos 4 jogos que a equipe de Seattle fez na série contra o atual campeão Boston Red Sox, levou três, e poderia ter vencido os quatro se não fosse a derrota no detalhe na sexta-feira, quando Boston conseguiu virar a partida que perdia por 6-1.

Destaque para Tim Beckram, Carlos Santana e Dee Gordon, peças-chave nessa série e em toda a temporada até agora.

Beckram foi o destaque no Opening Day, rebatendo 2 home runs de 430 e 417 pés e ainda forçando um erro no infield, permitindo a seu companheiro de equipe, Domingo Santana, anotar mais uma das 12 corridas que o Seattle teve na partida. O próprio Santana não saiu por baixo, não, ele fez de tudo: anotou corrida, rebateu HR, double, single, e isso foi fundamental para cravar a grande estreia do Mariners nesta temporada.

No Opening Day, só deu Mariners. Foto: Seattle Mariners/Twitter

O que os Mariners vem fazendo neste início de temporada está batendo recordes da própria franquia! O começo de 2019 da equipe é o melhor início de temporada da história da franquia de Seattle.

Contra um Angels perdido, também pauta da coluna, o passeio dos Mariners continuou: o time soube aproveitar as fragilidades e defeitos do adversário, varrendo a série de dois jogos e se solidificando como líder da divisão. O torcedor marinheiro pode ficar animado: se esse time se manter nesse ritmo, poderá respirar novos ares além dos 162 jogos da temporada.

Será 2019 o ano dos Mariners? Foto: Seattle Mariners/Twitter

Texas Rangers (4-2)

Por essa ninguém esperava. Foto: Texas Rangers/Twitter

As vitórias começaram a sorrir lá no Texas

Quem diria que na primeira semana estaríamos colocando os Rangers em segundo na AL West? Creio que ninguém. As coisas começaram a brilhar de forma diferente lá na terra do faroeste neste início de temporada, e podem fazer com que a divisão seja muito mais competitiva neste ano.

Tudo estava indo como o esperado depois da derrota de 12-4 no Opening Day contra Chicago, mas da noite para o dia as coisas mudaram com uma certa semelhança ao Space Jam: realmente parece que o time dos Cubs perdeu as forças, e toda a vontade de vencer tivesse ido para os Texanos que, com oportunismo e sorte, vale ressaltar, venceram a série contra os Ursos, que estão perdendo até hoje! Espero que eles recuperem suas forças em algum momento, como no filme.

Sim, os Rangers derrotaram os Cubs na Opening Week. Foto: Texas Rangers/Twitter

Embalados, os Rangers foram em busca de manter o bom momento vivido no final de semana do Opening Day, e bateram de cara com uma derrota no primeiro jogo da série contra os Astros, estes que vinham cambaleando do Oeste da Flórida após quase serem varridos pelo Tampa Bay Rays.

Apesar de terem jogado bem e perdido no detalhe, com uma ÓTIMA atuação do reliever Adrian Sampson, ficando até o final do jogo depois de entrar no quinto inning, a vitória não veio. Quando o ex-Rangers Robinson Chirinos rebateu um double impulsionando a segunda corrida dos Astros, já era tarde para os Rangers reagirem.

Mas a história na terça e na quarta-feira foi diferente. Enquanto todos pensavam que os Rangers de sempre tinham voltado ao normal, eles “tombaram”, como dizem os jovens: na terça, jogo disputado, e na quarta, uma vitória dominante, incluindo um shutout nos campeões de 2017.

O destaque para as duas séries da Opening Week vai para o homão do Asdrúbal Cabrera, que em seis dias já anotou três home runs. Além dele, Gallo, Mazara e cia. contribuíram para este ótimo começo do time do Texas.

Cabrera é um dos grandes responsáveis pelo bom começo dos Rangers. Foto: Texas Rangers/Twitter

Oakland Athletics (6-4)

Após derrotas no Japão, os A’s também acharam seu ritmo. Foto: Twitter Oakland Athletics/Twitter

O torcedor dos A’s tem do que reclamar?

Eu acho que não. Os dois jogos do Japão ainda prejudicam os A’s na classificação, e com isso pode parecer para quem não acompanha o time que eles estão tendo um início de temporada irregular, mas não é bem assim.

Tirando os jogos no Japão, o Oakland estaria 6-2 na temporada, sendo que dessas seis vitórias, quatro foram seguidas! E ainda poderia ser melhor, mas anteontem, no terceiro jogo da série contra Boston, os A’s perderam o jogo após deixar escapar uma vantagem de 3-0. Para o torcedor, pode ser motivo de indignação, mas calma: o time de Massachusetts não é o atual campeão à toa, mesmo com seu começo abaixo do esperado; o Red Sox tem grande poder de reação, para vencê-los, não pode deixar com que pensem que podem vencer.

E o que falar de Blake Treinen, que continua jogando em alto nível? É um reliever indispensável para os A’s, já colecionando três saves e oito strikeouts nesta temporada. Em 6.2 innings de trabalho, o arremessador cedeu apenas dois walks e dois hits até agora – nenhuma corrida.

Blake Treinen começou 2019 muito, mas muito bem. Foto: Oakland Athletics/Twitter

Outro destaque que não podemos esquecer de jeito nenhum é ele, Khris Davis! Em uma semana de temporada, o Khrush já coleciona CINCO HOME RUNS, liderando a liga nesse quesito! Até onde vai a obsessão do menino Davis, insaciável quando o assunto é mandar a bolinha além dos muros do Coliseum? Como no ano passado, ele continua sendo o canhão deste time.

Home run do Khrush? Absolutamente normal. Foto: Oakland Athletics/Twitter

Houston Astros (2-5)

Por essa a gente NÃO esperava. Foto: Houston Astros/Twitter

Quando o Houston vai começar a corresponder o TAKE IT BACK?

Os Astros sempre gostam de destacar o seu novo hype da temporada. Em 2019, temos o Take it Back, alusão ao título da World Series de 2017. A campanha de “levá-lo de volta” pretende sustentar os Astros como um contender, mas o início de 2019 do time de Houston realmente não está bom. Cabe dizer que essa decepção inicial não é exclusividade dos Astros; só pela AL, Yankees e Red Sox também estão tendo um começo bastante conturbado.

Mas enquanto os Astros vivem esse momento, os Mariners aproveitam para disparar na liderança, já abrindo 4.5 jogos de diferença para os favoritos à AL West. Uma semana é muito pouco para prever algo e ainda temos muita temporada pela frente, mas é certo que os Astros precisam mexer seus pauzinhos e conseguir vitórias o quanto antes, para que a desvantagem não se torne inalcançável.

Altuve, Bregman e cia. precisam dar a volta por cima após esta Opening Week desastrosa. Foto: Houston Astros/Twitter

Não é momento pra se preocupar, e sim ficar alerta! Dos sete jogos fora de casa nessa Opening Week, vencer apenas dois é muito pouco para quem pretende vencer a divisão. A estreia em casa de hoje pode ajudar os Astros a trazer a torcida para perto e animar o time para o que há de vir.

Para isso começar a fluir, é fundamental que A. J. Hinch faça algumas mudanças no lineuo e nas rotações, até porque dá para perceber os problemas no ataque: Altuve, Bregman e Springer no topo da ordem não estão fazendo 5% do que sabem fazer. Além disso, Gerrit Cole é o destaque no montinho, junto a Osuna (quem diria dizer isso, num time com Verlander?). Os pitchers titulares dos Astros até que vêm de boas partidas, mas o ataque não está os ajudando a garantir a vitória. Isso precisa mudar.

O ataque dos Astros começou 2019 com anemia. Foto: Houston Astros/Twitter

Los Angeles Angels (1-5)

O time de Trout na lanterna? Definitivamente um 2019 de surpresas para a divisão oeste. Foto: Los Angeles Angels/TWITTER

Os Anjos de Los Angeles vão entrar na temporada quando?

Os Angels são o time da divisão que passa por maiores problemas neste início de temporada. Uma dificuldades mais claras é o aproveitamento no bastão: no momento, os Angels são o pior time da AL West nesse quesito.

No jogo 1 da série contra Seattle, o topo do lineup dos Angels, que contém Kole Calhoun, MIKE TROUT, Justin Bour e Andrelton Simmons, não conseguiu NENHUMA REBATIDA em quatro ou cinco aparições. É um início frustrante e desanimador para os fãs dos Angels, que acreditam numa reviravolta em sua estreia em casa contra os Rangers.

Mas,não é só coisa ruim que está acontecendo com a equipe de Anaheim, não, tem coisa boa também, no montinho! Mesmo sendo derrotado no Opening Day, Trevor Cahill não foi NADA mal em seu jogo de estreia: 6.0 IP, 6 H, 4 ER, 1 BB, 3K. Outro arremessador que se destacou na sua estreia foi Matt Harvey, vencendo a partida contra os A’s por 6-2 com um bom desempenho: 6.0 IP, 4 H, 2 ER, 3 BB, 1 K.

Bom, pelo menos os starters vão bem, obrigado. Foto: Los Angeles Angels/Twitter

Também vale destacar que, nessa partida contra os A’s, as principais estrelas da equipe trabalharam de forma produtiva e fizeram o ataque rodar: Kole Calhoun e Mike Trout anotaram doubles fundamentais para conseguir a única vitória do time de Anaheim até o momento. Os Angels ainda têm muito que melhorar se quiserem alcançar algum patamar nesta temporada, porque na AL West neste ano, o que não falta é concorrência.

É, melhor ir ajeitando as luvas, mesmo. Foto: Los Angeles Angels/Twitter

Mais surpresas e reviravoltas?

Não minta, você também não esperava que os resultados da AL West fossem estes antes da temporada começar. Bom, passado o “susto” e as surpresas envolvendo os times da divisão – francamente, ninguém começou como esperávamos – fica a pergunta: as surpresas vão se manter no topo? Os grandes vão se reerguer? Não tem como saber, mas o certo é que vai ser um desenrolar muito interessante! E você, o que acha?

#MLBdaMassa #TheHaloWay #TakeItBack #RootedInOakland #TrueToTheBlue #TogetherWe

Tags
Mostre mais

Tássyo Falcão

Divido meu coração em 5 paixões e sofrimentos. Rangers, Cowboys, Mavericks, Stars e Sport Recife! (Colunista da AL WEST)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close