fbpx
Dallas Mavericks

PIOR CAMPANHA NA ESTRADA DE TODA A LIGA

Ganhamos um jogo na estrada. Isso não é brincadeira.

Depois de uma lamentável performance na véspera de Ano Novo contra o Oklahoma City Thunder, Dallas teve a chance de começar o ano de 2019 com o pé direito. Como os infortúnios fora de casa do Mavs já não são novidades pra ninguém, foi importante garantir uma vitória contra os Hornets para aquecer para os próximos jogos na estrada contra o Boston Celtics e o Philadelphia 76ers.

Foi uma vitória fácil contra o Hornets por 122-84. Luka Doncic abriu o caminho para Dallas com um discreto mas bem feito de 18 pontos, 10 rebotes e quatro assistências. Kemba Walker se esforçou e fez o que pode mas terminou com 11 pontos, o que mostra o quão patético o Hornets jogou.

O Mavericks passa a ter uma campanha de 18-19 na temporada e fez apenas a terceira vitória na estrada, enquanto os Hornets também estão em 18-19.

Aqui estão algumas observações sobre o jogo:

Dennis Smith Jr. estava feliz por estar em casa

Smith jogou bem em seu retorno de lesão, e esta noite foi outro passo na direção certa, atuando em seu estado de origem a Carolina do Norte.

Nem mesmo uma febre de 100 graus iria impedir Smith de aparecer na frente de familiares e amigos, e ele fez um ótimo jogo. Ele terminou com 18 pontos, sete assistências, três roubos de bola e apenas dois turnovers em apenas 22 minutos de jogo. Ele também acertou 6-de-10 FG, incluindo 3-de-5 da linha dos 3 pontos. O eficiente tiro de longa distância tem sido uma tendência nesta temporada, e desde o seu retorno da lesão ele fez 9-de-17 do perímetro.

Mas Smith também mostrou um comando fantástico do time hoje à noite, que é algo que ele tem lutado a maioria da temporada. Hoje à noite, quando Smith parou de ser agressivo, ele percebeu que sempre tem um homem aberto no canto pronto para receber a bola. Ele perdeu o que fez até aqui a maior parte da temporada, por isso foi encorajador vê-lo passar a noite. Ele também era agressivo. Ele tinha um bom ritmo e fluxo. Além disso, enquanto o Hornets como um todo lutava imensamente, talvez valesse a pena notar a contraparte de Smith, Kemba Walker, fez apenas quatro de suas 14 tentativas de campo e marcou 11 pontos.

Com o pai sentado na quadra, Smith mostrou seu melhor jogo da temporada.

Isso acabou no primeiro quarto

Durante os primeiros minutos do primeiro quarto, ambas as equipes jogaram abertas e trocando cestas umas nas outras. O placar mudou algumas vezes, e os Hornets mantiveram uma vantagem de 16-12. Mas na segunda metade do primeiro tempo, o Mavericks fez uma estrondosa e forte pressão na qual os Hornets nunca se recuperaram. Começou com as bolas de 3, onde o Mavericks acertou 10-de-17, que virou o recorde da franquia em um quarto.

Outro desenvolvimento encorajador no primeiro período foi o jogo de Luka Doncic e Smith. Os dois combinaram para 19 pontos no quarto, com Smith bombeando em 10 e Doncic 9. Eles jogaram bem um contra o outro e exibiram a química que a organização imaginou quando o clube juntou os dois prospectos.

Charlotte era um incêndio na lixeira

O Mavericks ia ganhar, não importa como e com o segundo melhor marcador do Hornets, Jeremy Lamb e o centro inicial Cody Zeller lesionados, os Mavs aproveitaram e dominaram a maior parte do jogo. Os Hornets dispararam 36% do campo e 18% de três. Enquanto o Dallas não pode levar todo o crédito (as equipes da NBA não atiram 18% dos três), foi bom ver o Mavs abrir contra o Hornets mais cedo, depois enterrá-lo no terceiro período.

Derrota do Mavericks por 114 a 93 para o Celtics

 

O Dallas Mavericks perdeu quinhentas e oitenta e quatro chutes dos três contra o Boston Celtics e desperdiçou a noite de sexta-feira de todos com uma derrota por 114 a 93 em Boston.

Jogo horrível fica até difícil falar, mas aqui vai algumas coisas que consegui notar:

O Mavericks não conseguiu acertar um arremesso.

Houve uma infinidade de problemas para Dallas neste jogo – a defesa desapareceu cedo, eles arremessaram a bola seis vezes no primeiro tempo e a ofensiva estava fora de controle, Boston se certificou de que os não-titulares dos Mavs fossem os únicos a tentar algumas jogadas.

Todas essas coisas são importantes, mas na verdade, o jogo se resumiu a Marcus Smart fazendo mais três pontos do que a equipe inteira de Dallas por três quartos desse jogo. O Dallas fez apenas uma das suas primeiras 16 tentativas de três pontos e terminou o jogo em 11-de-44 no total, graças a Luka Doncic que estava aceso no segundo e terceiro períodos.

Foi apenas um daqueles tipo de jogos que têm acontecido com frequência na estrada. O Celtics fez 21 bola dos três e apesar das melhorias que os Mavs fizeram, não adiantou nada. A defesa reforçou-se após um mau período de abertura e Dallas parou com os passes desleixados enquanto o jogo avançava. Nada disso importava porque os Mavs arremessavam como idiotas e se Marcus Smart está fazendo mais cesta do que seu time inteiro, você sabe que está em uma noite triste de se ver.

O banco foi um desastre

O tiro de Dirk estava um lixo e o resto do banco sofreu. Devin Harris não fez muito em seus 16 minutos e Dorian Finney-Smith continuou seu jogo tímido que começou em dezembro.

A coisa que quero destacar, porém, é Dwight Powell. Powell disparou três tiros dos tres, errando todos eles. Ele agora está atingindo 10 de 54 de três, menos de 20%. Apesar do seu remate causar cegueira, tem uma média de 1,5 pontos em três tentativas por jogo.

Agora ele está atirando quase dois arrmessos por jogo e parece estar se dando bem. Powell disparou 48,8 por cento em dezembro, muito abaixo dos números que ele deveria estar colocando ao ser apenas uma alternativa de pick and roll. Os Mavs precisam desligar a luz verde dos arremessos de Powell para a bola de três!

Dirk está se aposentando

Eu não ia escrever sobre isso, pelo menos não agora mas enquanto eu estava digitando isso, algo incrivelmente deprimente aconteceu. O público de Boston começou a torcer para que Dirk marcasse como se fosse o último jogo da temporada.

Depois da multidão rugir e ele errar os jumpers, tornou-se ainda mais real que Dirk está nos deixando em breve e que a vida é inútil e todo mundo morre.

Mavs perde para o Philadelphia 76ers, 106-100

 

O Dallas Mavericks caiu para o Philadephia 76ers na noite de sábado, 106-100. Ben Simmons causou estragos em Dallas, com um triplo duplo, 20 pontos, 14 rebotes e 11 assistências. Wesley Matthews foi o cestinha para o Mavs com 18.

O Dallas começou o jogo com mais um tremendo esforço do inigualável(ironia) time titular, já que o Mavs desistiu de bolas fáceis, ao mesmo tempo em que insistia em executar jogadas fixas em que jogadores específicos precisavam fazer suas jogadas pré-determinadas. As coisas só melhoraram para o Mavericks quando o time reserva entrou no jogo. O Sixers levou uma vantagem de 31-26 para o segundo quarto.

A segunda unidade continuou com seu jogo e diminuiu a vantagem para apenas quatro pontos durante uma parte significativa do segundo período. Os titulares voltaram para o jogo e o Mavs ficou atrás no período, indo para o intervalo perdendo por 51-59.

Os titulares finalmente mostraram alguma coisa no terceiro período, mas não conseguiram encostar na liderança do Sixers. A rotação do Philadelphia permitiu que seus melhores jogadores tivessem um tempo significativo contra o banco de Dallas durante a segunda metade do período e a liderança do Sixers explodiu. Os Mavs perderam por 87-70 no final do terceiro quarto.

O Filadélfia conseguiu abrir a liderança até 19, antes de tirar o pé do acelerador e deixar a gente encostar de novo. O banco aproveitou e cortou a vantagem para 10. As entradas então fecharam a diferença para apenas quatro pontos nos minutos finais antes do tempo acabar. Dallas deixa o jogo com o pior histórico da liga (3-18) fora de casa, perdendo por 106 a 100.

Algumas observações adicionais:

O time titular simplesmente não funciona

Há uma amostra suficiente (294 minutos) para dizer isso sobre este time. Dennis Smith, Luka Doncic, Wesley Matthews, Harrison Barnes e DeAndre Jordan tem uma classificação líquida de -5,7 pontos por 100 posses e isso foi antes do jogo, onde todos os iniciantes, mas Jordan, apresentaram mais pontos negativos de -20 pontos ou mais. Eles são muito ruins jogando juntos.

De acordo com dados da NBA, esta formação é a pior unidade de 5 homens com mais de 250, se cortarmos os minutos para 200, há um Chicago Bulls que é pior e um time dos Rockets estranho que também não funciona.

O que o Técnico Rick Carlisle continua a ver neste time está além da minha compreensão.

As rotações são ruins também

Eu entendo que a longo prazo, estabelecendo uma rotação e aderindo a ela, os jogadores tendem a se entrosar e melhorar o jogo coletivo da equipe. Todas as derrotas importam e estas últimas foram em grande parte pesadas porque foram derrotas em que nem chegamos perto de empolgar algum torcedor. Os Mavs simplesmente não são talentosos o suficiente para ter essas mudanças de turno. Onde sai uma equipe e entra outra.

Dallas não tem aparência fácil para seus melhores jogadores

Doncic é o melhor jogador dos Mavs. É fácil ver isso. Você vê. A liga vê isso. Os treinadores do time veem isso? A primeira e única vez que Doncic conseguiu um post, ele marcou e recebeu a falta. Doncic raramente está envolvido em jogadas onde ele está se movendo para a cesta sem a bola. Ele tenta cortar muito dessa maneira, mas ele não está recebendo a bola com freqüência. Barnes está atirando 42% de três! Talvez arranje um tiro, se o time rodar bem a bola ou armar uma jogada que não o deixe no um contra um.

O nosso ataque não tem criatividade e tornou-se fácil de se marcar. Eles precisam melhorar as jogadas e uma coisa é indiscutível JJ Barea faz muita falta.

Deixem o australiano jogar mais

Talvez Ryan Broekoff (3-5 de três contra os Sixers) deva jogar por mais tempo, ele melhorou a marcação e acertou chutes em uma noite em que nada dava certo, me pareceu ser muito bom jogador, mas precisa de mais tempo para que eu possa formar uma opinião concreta sobre ele.

Campanha:

13º lugar na conferencia Oeste

18-21

Próximos Jogos:

07/01 – Los Angeles Lakers – Em Casa
09/01 – Phoenix Suns – Em Casa
11/01 – Minessota Timberwolves – Fora
13/01 – Golden State Warriors – Em casa

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chegar

Close
Close