fbpx
Los Angeles KingsSem classificação

RAIO-X DAS PRINCIPAIS ESCOLHAS DOS KINGS NO DRAFT 2019

Equipe californiana teve direito a 4 escolhas entre as 50 primeiras do evento que ocorreu entre sexta e sábado.

O General Manager Rob Blake, segue sua busca por mudar o perfil de jogo “Darryl Sutter” dos Kings, para algo mais atual na NHL, com mais técnica e velocidade, e menos força física.

Baseado nessa filosofia, os Kings fizeram um excelente draft. Porém, nada que vá mudar a equipe a curto-prazo.

Essa cara nova deve demorar no mínimo, mais uma temporada para começar a aparecer. Enquanto isso, faremos aqui um apanhado com as características da nossas principais aquisições:  

1ª ESCOLHA – ALEX TURCOTTE (C) – Canhoto – 1,80m 84kg

Foto por Rena Laverty

5ª escolha geral no draft, o central vindo do programa de desenvolvimento da Seleção Nacional dos EUA, Alex Turcote de 18 anos “caiu no colo” dos Kings após os Blackhawks surpreendentemente preferirem escolher o também central, Kirby Dach.

Na temporada passada, atuando pelos times juniores americanos, Turcotte totalizou 71 pontos, sendo 31 gols e 40 assistências, em 44 partidas.

Especialistas destacam além da habilidade evidente, a inteligência de Turcotte no gelo, muitas vezes comportando-se como um profissional experiente.

O jovem tem estilo de jogo comparado ao de Patrice Bergeron, mas gosta de frisar que também se espelha em Kopitar e Toews.

Para a próxima temporada, Turcotte assinou contrato com a Universidade de Wisconsin, mas irá participar dos treinos de pré-temporada com os juniores dos Kings.

2ª ESCOLHA – TOBIAS BJÖRNFOT (D) – Canhoto – 1,84m 92kg

Via USA Today

22ª escolha geral no draft, o defensor sueco de 18 anos, chega aos Kings graças à troca que envolveu a ida de Jake Muzzin para Toronto.

Na temporada passada, entre as equipes sub18, sub20 e principal do Djurgardens, totalizou 27 pontos, sendo 13 gols e 14 assistências, em um total de 59 partidas. Já pelas seleções de base da Suécia, foram mais 29 partidas, marcando 10 pontos (4 gols e 6 assistências).

Assim como Turcotte, Björnfot chamou a atenção de Rob Blake por seu perfil de liderança. O jovem foi o capitão da equipe sub18 sueca que conquistou a medalha de ouro no torneio da categoria, disputado na primavera (outono daqui).

O defensor tenta espelhar seu jogo no ídolo e compatriota Nicklas Lidstrom.

Tobias Björnfot ainda tem mais duas temporadas de contrato com o Djurgardens.

3ª ESCOLHA – ARTHUR KALIYEV (LW) – Canhoto – 1,88m 86kg

Via hamiltonbulldogs.com

33ª escolha geral no draft, a demora para a escolha do atacante americano, de origem usbeque, surpreendeu a muitos especialistas que o colocavam no top 15, entre os favoritos deste draft.

Na temporada passada, atuando pelo Hamilton Bulldogs, da OHL, o jovem de 17 anos chamou atenção ao ultrapassar a marca dos 100 pontos na temporada regular, com 51 gols e 51 assistências em 67 partidas.

Provavelmente estamos falando aqui do jogador de 17 anos mais promissor no que se refere a marcar pontos. As explicações para Kaliyev ter ficado para a segunda rodada do draft podem ser sua inexperiência e uma aparente falta de competitividade.

Especialistas alegam que o atleta não tem a mesma disposição na hora de recuperar o puck, que tem quando avista uma possibilidade de estufar as redes.               

O atacante afirma tentar se espelhar no estilo de jogo de Rick Nash.

Ao todo, foram 9 escolhas em 7 rodadas no draft.

As outras 6 escolhas dos Kings no draft foram: (50ª escolha) o atacante sueco de 19 anos, Samuel Fagemo; (87ª escolha) o goleiro tcheco de 18 anos, Lukás Parík; (95ª escolha) o defensor Canadense (porém nascido na Austrália) de 18 anos, Jordan Spence; (119ª escolha) o defensor finlandês de 18 anos, Kim Nousiainen; (157ª escolha) o defensor americano de 17 anos, Braden Doyle; (188ª escolha) o atacante sueco de 17 anos, Andre Lee.

Tags
Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chegar

Close
Close