fbpx
Arizona Coyotes

Sucesso em Arizona – porque a temporada tem de ser comemorada?

A pós-temporada não foi alcançada mas 2018/2019 foi um sucesso para o Arizona Coyotes e vamos tentar entender o porque tantos pontos positivos num ano de consolidação da franquia e que dá um aperitivo de um futuro brilhante.

Muitos foram criticos ao GM John Chayka em trade que viram Dylan Strome e Max Domi sairem da franquia pela porta dos fundos, mas os avanços do time que agora tem a cara do técnico Rick Tocchet são muito signficativos.

Mesmo com todos os problemas de lesões que fizeram com que o time perdesse grande parte de seus principais jogadores durante a maior parte da temporada, a equipe obteve resultados acima do esperado com time que se uniu na maior acepção da palavra “equipe”.

Se viu um sucesso defensivo jamais antes visto na história da franquia onde o time terminou a temporada como #1 na lista de PK da liga e #2 em shorthanded gols. Um time com pilares defensivos muito bem definidos que viram nas impressionantes atuações de Darcy Kuemper uma chance de ir adiante.

Os gols não vieram aos montes, mais vieram com a contribuição de todos. Nenhum jogador do time terminou acima de 20 gols na temporada mas todos sem exceção contribuiram para o ataque. Um jogo que na comparação com futebol poderia ser um “catenaccio” do hóquei a defesa sempre foi alma do time.

Diamantes brutos do time foram descobertos como Connor Garland, rookie que aproveitou o espaço vago pelas lesões e impressinou com sua capacidade de marcar gols e nunca desistir não importando seu tamanho ou tempo no gelo em que atuasse.

Vinnie Hinostroza foi uma excelente adição vinda de Chicago, facilmente esquecido nas trades que o time “supostamente perdeu” se tornou uma grande parte da equipe e um dos lideres ofensivos do time.

E o que dizer dos veteranos Michael Grabner e Brad Richardson que de desacreditados formaram uma dupla de Penalty-killers mais temida da liga com mais shorthanded gols do que qualquer outra dupla da liga?

A equipe viu Shane Doan ser eternizado com seu número 19 aposentado para sempre mas acima de tudo essa foi uma temporada em que o público de Arizona acreditou no seu time. Ingressos vendidos em capacidade em 6 oportunidades e aumento da média de publico. Sobre toda a de im público local para ver um time que nunca desistiu em jogo nenhum.

Muitos ainda duvidam do time mais para quem realmente entende de hóquei a realidade está e o futuro no deserto será brilhante.

Tags
Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chegar

Close
Close