fbpx
Houston Rockets

TRABALHO DE CASA FEITO – VOLTAMOS À CALIFÓRNIA COM TUDO EMPATADO

2 Vitórias importantíssimas

Depois das 2 derrotas fora de casa, a tarefa de Houston estava mais complicada: era preciso vencer os 2 jogos no Texas para deixar tudo em aberto para o resto da série.

Num jogo 3 de muitos nervos, com muita pressão no time para não ficar praticamente com a série perdida, os jogadores souberam responder. Os Warriors entraram melhor no jogo, chegando a abrir vantagem na casa dos 10 pontos. D’Antoni pediu um timeout, e as coisas começaram a melhorar a partir daí. Com James Harden, Chris Paul e Eric Gordon em destaque, os Rockets reduziram a diferença, com um 2º e 3º quartos de alta qualidade. No 4º período os nervos fizeram-se notar, a execução foi mais fraca, e os Warriors conseguiram levar o jogo para OT.

Aí, Eric Gordon e James Harden carregaram o time, com triplos em alturas cruciais do jogo. Com a defesa a estar em bom plano também, Houston conseguiu a vitória, reduzindo para 2-1 e evitando o sempre tenebroso 3-0, uma desvantagem que nunca foi recuperada na história da liga.

No jogo 4, os Rockets começaram melhor a partida, colocando-se na frente desde cedo. Depois de uma pequena resposta de Golden State, Houston retomou a liderança a meio do 2º quarto, segurando-a até ao fim do jogo. Contra um adversário da qualidade dos Warriors, segurar uma vantagem durante tantos minutos não é nada fácil, mostrando bem o mérito que os jogadores tiveram em conseguir tal feito. Com alguns deslizes nos minutos finais – alguns dos triplos arremessados foram de baixa % de sucesso – Houston segurou a vitória, com KD e Curry a falharem 1 triplo cada que poderia ter levado o jogo para uma nova prorrogação.

Harden terminou com 38 pontos, 10 rebotes e 4 assistências, tendo chamado a responsa nestes 2 duelos importantíssimos em casa. Para um jogador que constantemente é criticado pelo seu desempenho em playoffs, a resposta foi dada da melhor forma: dentro da quadra. PJ Tucker terminou com 17 pontos e 10 rebotes, com esta segunda estatística a ser determinante: a diferença nos rebotes foi favorável nestes jogos 3 e 4, tendo PJ sido um dos principais responsáveis por esta melhoria. Especialmente na defesa, os rebotes conseguidos retiraram bastantes segundas chances aos Warriors, o que também ajudou a defesa na sua performance. Shumpert, que tem estado abaixo do esperado até agora, apareceu para jogar nestes jogos em casa, sendo uma peça importante na rotação defensiva, especialmente quando Houston decide ir para o small ball, apoiado no seu esquema de switching na defesa.

Andrew D. Bernstein/NBAE via Getty Images

Jogos decisivos pela frente

Com a série em 2-2, o jogo 5 na Oracle Arena será decisivo. Sabendo que para passar é necessário vencer fora de casa, Houston deverá tentar aproveitar esta oportunidade ao máximo, sendo que em cima da mesa estará a possibilidade de fechar a série em casa em caso de vitória! Veremos o que acontece, sendo que do outro lado está um dos melhores times da história, que irá dificultar esta tarefa ao máximo!

#RocketsDaMassa #RunAsOne

Mostre mais

Bernardo Henriques

Representante gringo da massa (Português). Responsável pelas franquias de Houston.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close