fbpx
Milwaukee Bucks

UMA HISTÓRIA QUASE PERFEITA

Os primeiros jogos nos davam a esperança de chegar as finais da NBA, algo que não acontece desde o título de 1971, mas infelizmente não foi nessa temporada.

NÓS VAMOS VOLTAR

Essa me parece ser a mentalidade da torcida em Milwaukee, para quem viu os vídeos postados por Antetokounmpo em suas redes sociais, os mesmos demonstram a vontade da equipe e da torcida em chegar novamente longe na temporada que estar por vir.

O grego afirmou que os Bucks estarão de volta “mais forte e melhor” na temporada seguinte, logo em seguida da eliminação no jogo 6 para os Raptors. No domingo em seu Instagram o grego postou:

“Voltaremos mais forte e melhor Milwaukee obrigado por apoiar meus companheiros e eu nesta temporada inteira não poderíamos ter feito isso sem todos vocês!”

O mais doloroso foi vencermos os dois primeiros jogos em casa e perdemos quatro partidas seguidas, ainda mais que durante toda a temporada não tínhamos perdido mais do que duas partidas consecutivas.

O nosso grego maravilhoso disse aos repórteres:

“Obviamente, quando você 2 a 0 isso não significa nada. Você tem que aprender como sair e fechar os jogos, especialmente depois do jogo 3. Temos que melhorar como equipe, e temos que melhorar individualmente. Acho que é apenas o ponto de partida de uma longa jornada. Vamos voltar ano que vem e acreditar em quem somos, acreditar no que construímos este ano, e esperamos estar na mesma situação e ser os que avançam”.

Na série o grego teve uma média de 25.5 pontos e 12.3 rebotes, mas ele foi o foco do jogo dos Raptors que fizeram o possível para marca-lo. O jovem com apenas 24 anos é favorito ao prêmio de MVP e forte candidato a jogador defensivo do ano, sua pouca idade fez diferença nas finais, essa foi apenas a primeira aparição dos Bucks em uma final de conferência e certamente não será a última.

Antetokounmpo ainda comentou: “Vou me certificar de entrar em contato com a equipe técnica e veja como podemos trabalhar em equipe e como posso melhorar individualmente. É algo que me orgulho, ficar melhor na offseason, então espero que agora eu possa trabalhar nas coisas certas, ouvir meus treinadores e o que eles acham que eu posso melhorar, treinar e voltar ano que vem. Basta ser um melhor jogador de basquete e um melhor companheiro de equipe”.

BOA GESTÃO

Apenas isso é necessário para manter o excelente trabalho, conseguir manter bons atletas no elenco, renovar com o grego e continuar apoiando o trabalho de Bundenholzer. Estamos no caminho certo para a grandeza, a chave do sucesso é continuar o trabalho bom e que está funcionando.

Não vejo grandes necessidades de elenco, com os atletas que contamos na equipe podemos voltar as finais de conferência e brigar por uma vaga na final. A juventude de nosso elenco, principalmente do nosso principal jogador foi um fator que acabou fazendo a diferença na série, a falta de maturidade para encerrar os jogos acabou prejudicando a equipe.

Como todo bom jovem, o tempo faz bem e amadurece, tenho certeza que as próximas temporadas serão ainda melhores para os Bucks.

Tags
Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close